Como Instalar uma Antena Digital – Vídeo Passo a Passo

O sinal digital pode revelar sinais importantes dos astros de TV. Veja como instalar uma antena digital.

Entre novembro de 2015 e novembro de 2018, ocorrerá o cronograma de desligamento do sinal analógico na televisão brasileira. O processo terá início em Rio Verde (GO), como teste para a exclusividade do sistema digital. Três anos depois, o sinal que trouxe som e imagem do indiozinho da extinta TV Tupi, em setembro de 1950, será finalmente extinto.

Publicidade




Com exceção dos maiores de 65 anos, todos nós convivemos com a televisão desde que nascemos. Ela faz parte da mobília das casas brasileiras (em 2012, 96% dos domicílios do país possuíam ao menos um aparelho) e é preciso estar preparado para instalar uma antena digital, já que, muito em breve, ela será a única forma de assistirmos a novelas, noticiários e filmes. Ao menos, para os canais abertos.

antena digital

Como Instalar uma Antena Digital?

Um sinal digital é uma frequência com valores descontínuos no tempo e na distância. Isto significa que ele é definido para instantes determinados e só pode assumir um conjunto finito de valores. Em outras palavras, ou ele “pega” ou “não pega”, ao contrário do sinal analógico, que pode ser captado com interferências irritantes, como fantasmas e chuviscos.

Voz e imagem são transferidas em uns e zeros (o mesmo sistema binário da informática). Isto indica que uma antena digital degrada um pouco o sinal, porque uns e zeros não representam fielmente a voz de um artista, por exemplo. No entanto, o sistema é bastante robusto, podendo ser melhorado com rotinas de correção de erro, em caso de interferência.

Além disto, os sinais podem ser compactados, tornando o sistema muito mais eficiente do que o analógico. A antena digital garante a transmissão dos dados de uma forma muito mais “real”.

Passo a Passo para Instalar Antena Digital

+ Leia também: Qual é a Melhor TV por Assinatura?

Em primeiro lugar, não é possível economizar na compra de uma antena digital. Há muitos equipamentos que, de digitais, só têm o nome. Uma boa antena pode ser adquirida a partir de R$ 100 (mas há antenas de até R$ 500, dependendo da região do país). No caso de equipamentos externos, tenha certeza de que eles ficarão em local protegido de chuvas e ventanias, mas uma antena digital interna oferece os mesmos benefícios.

Siga as instruções do fabricante e conecte os fios corretamente (a entrada é UHF). É uma tarefa simples, mas, se mal executada, o sinal digital simplesmente não será captado. Lembre-se: o aparelho de TV deve ser dotado de conversor digital (mas praticamente todos os modelos fabricados nos últimos dez anos já saem de fábrica com este dispositivo).

Não deixe a antena digital sem fixação. Ao contrário das antenas analógicas, não é necessário mudar a sua posição para garantir uma imagem de boa qualidade. No pior dos casos, um equipamento mal aparafusado pode sofrer quedas e causar prejuízos.

Teste a sintonia dos canais. Com a antena digital instalada, todos os canais VHF e UHF gerados por torres de transmissão locais (e, em algumas cidades brasileiras, também os SHF) devem ser captados sem qualquer interferência. A diferença da frequência (“very”, “ultra” ou “super”) é apenas a extensão (em megahertz) de cada banda.

A melhor opção é uma antena digital que consiga captar todas as frequências. As do tipo “booster” (a conexão é através de um cabo coaxial) são indicadas para captar o sinal em diversos aparelhos de TV na mesma residência.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *